5 Dicas de como viajar com meu pet de avião

Viajar de avião com seu pet pode ser uma experiência desafiadora, mas com o planejamento adequado, pode ser feito de maneira segura e confortável. Aqui estão algumas dicas detalhadas para ajudá-lo a se preparar para essa jornada:

avião

Antes da Viagem

  1. Consulta Veterinária:
    • Saúde: Certifique-se de que seu pet está em boa saúde para viajar. Agende uma consulta com o veterinário para um check-up completo.
    • Vacinas: Verifique se todas as vacinas estão em dia. Alguns destinos podem exigir vacinas específicas.
    • Certificado de Saúde: Muitas companhias aéreas exigem um certificado de saúde emitido por um veterinário dentro de um período específico antes da viagem (geralmente 10 dias).
  2. Pesquise as Regras da Companhia Aérea:
    • Políticas para Pets: Cada companhia aérea tem suas próprias regras sobre viajar com pets. Consulte o site da companhia ou ligue para obter informações detalhadas.
    • Taxas e Reservas: Verifique as taxas e faça a reserva do espaço para seu pet com antecedência, pois há um limite no número de animais permitidos a bordo.
  3. Documentação:
    • Documentos Necessários: Além do certificado de saúde, verifique se há necessidade de outros documentos, como comprovante de vacinação contra raiva ou certificados de exportação/importação.

Preparação

  1. Caixa de Transporte:
    • Escolha Apropriada: Adquira uma caixa de transporte aprovada pela IATA (International Air Transport Association). Deve ser grande o suficiente para que seu pet possa ficar de pé, virar e deitar confortavelmente.
    • Etiqueta: Identifique a caixa com o nome do pet, seu nome, endereço e número de telefone, além de instruções de alimentação e medicação, se necessário.
  2. Treinamento:
    • Acostumar ao Transportador: Deixe seu pet se familiarizar com a caixa de transporte em casa. Coloque brinquedos e cobertores dentro para tornar o ambiente mais acolhedor.
    • Viagens Curtas: Faça viagens curtas com seu pet na caixa de transporte para acostumá-lo ao movimento e à experiência de estar confinado.
  3. Itens Essenciais:
    • Kit de Viagem: Inclua comida, água, tigelas, sacos para lixo, medicamentos e qualquer outro item necessário para o conforto do seu pet.
    • Etiqueta na Coleira: Além da etiqueta na caixa de transporte, coloque uma etiqueta na coleira do seu pet com suas informações de contato.

Durante a Viagem

  1. Check-in e Procedimentos no Aeroporto:
    • Chegue Cedo: Chegue ao aeroporto com antecedência para lidar com os procedimentos adicionais relacionados ao transporte do seu pet.
    • Segurança: Durante a passagem pela segurança, você pode ser solicitado a retirar seu pet da caixa de transporte. Mantenha a calma e segure seu pet firmemente ou use uma coleira e guia.
  2. No Avião:
    • Classe da Cabine: Se o seu pet estiver viajando na cabine, coloque a caixa de transporte debaixo do assento à sua frente. Verifique se ele está confortável e calmo.
    • Porão: Se o seu pet estiver viajando no porão, certifique-se de informar a tripulação para que eles estejam cientes da presença do seu pet a bordo.
  3. Conforto:
    • Temperatura e Ventilação: Certifique-se de que a temperatura e a ventilação estejam adequadas. Evite alimentar seu pet duas a três horas antes do voo para minimizar o risco de enjoo.
avião

Após a Viagem

  1. Desembarque:
    • Recolha Rápida: Assim que desembarcar, pegue seu pet o mais rápido possível para minimizar o tempo que ele passa na caixa de transporte.
    • Acomode-o: Ofereça água e leve seu pet para um local tranquilo para que ele possa se recuperar do voo.
  2. Ajuste ao Novo Ambiente:
    • Rotina: Tente manter a rotina de alimentação e exercícios do seu pet o mais próximo possível do normal.
    • Monitoramento: Observe seu pet para sinais de estresse ou desconforto. Dê a ele tempo para se ajustar ao novo ambiente.

Dicas Adicionais

  1. Considerações sobre a Raça:
    • Raças Brachicefálicas: Se seu pet for uma raça braquicefálica (como bulldogs ou persas), tenha cuidado extra, pois eles são mais suscetíveis a problemas respiratórios. Algumas companhias aéreas têm restrições específicas para essas raças.
  2. Evite Sedativos:
    • Recomendações Veterinárias: A maioria dos veterinários desaconselha o uso de sedativos, pois podem afetar a respiração e a regulação da temperatura do pet.
  3. Clima:
    • Temperaturas Extremas: Evite viajar durante períodos de temperaturas extremas, pois isso pode ser perigoso para seu pet, especialmente se ele estiver no porão.
  4. Planejamento Antecipado:
    • Reservas: Faça todas as reservas e verificações necessárias com bastante antecedência para evitar qualquer surpresa de última hora.

Viajar de avião com seu pet requer planejamento cuidadoso, mas seguindo estas dicas, você pode garantir que a experiência seja segura e o mais confortável possível para seu amigo de quatro patas. Boa viagem!

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU