Por que meu cachorro lambe as patas? 7 possíveis causas.

Causas Comuns do Comportamento de Lamber as Patas

  1. Alergias:
    • Alergias Alimentares: Certos ingredientes na comida do seu cachorro podem causar reações alérgicas. Proteínas como frango, carne bovina, laticínios, e grãos são comuns culpados. Alergias alimentares frequentemente resultam em coceira nas patas e outras partes do corpo.
    • Alergias Ambientais: Pólen, poeira, mofo, e produtos químicos usados em casa ou no jardim podem desencadear alergias. A exposição a grama ou outras plantas durante caminhadas também pode causar reações.
  2. Infecções:
    • Infecções Bacterianas: Estas podem ocorrer quando o cachorro lambe ou mastiga uma área constantemente, criando uma ferida que permite a entrada de bactérias.
    • Infecções Fúngicas: O crescimento excessivo de fungos como leveduras pode causar coceira intensa e desconforto.
  3. Parasitas:
    • Pulgas e Carrapatos: Estes parasitas causam coceira intensa. Se infestarem as patas do seu cachorro, ele pode lamber e morder a área afetada.
    • Ácaros: Infestações por ácaros, como os que causam sarna, podem resultar em coceira severa e lamber excessivo.
  4. Lesões ou Dores:
    • Cortes e Arranhões: Pequenas lesões podem passar despercebidas, mas causam desconforto suficiente para que o cachorro lamba a área.
    • Espinhos ou Fragmentos de Vidro: Objetos estranhos presos nas patas podem ser dolorosos, e o cachorro pode tentar removê-los lambendo.
  5. Problemas de Pele:
    • Dermatite: Inflamação da pele que pode ser causada por irritantes, alergias, ou infecções. Dermatite pode resultar em coceira e lamber excessivo.
    • Calos e Verrugas: Áreas de pele espessa ou crescimentos podem causar desconforto.
  6. Ansiedade ou Tédio:
    • Comportamento Compulsivo: Cachorros ansiosos ou entediados podem desenvolver comportamentos compulsivos como lamber excessivo das patas.
    • Estresse: Mudanças no ambiente, como a chegada de um novo animal ou membro da família, podem causar estresse e comportamentos repetitivos.
  7. Corpos Estranhos:
    • Substâncias Químicas: Produtos de limpeza, pesticidas ou fertilizantes podem irritar a pele se entrarem em contato com as patas do cachorro.
    • Detritos: Pequenos detritos, como areia ou cascalho, podem causar desconforto e levar o cachorro a lamber para tentar removê-los.

Diagnóstico e Tratamento

Para abordar o problema adequadamente, é essencial entender a causa subjacente. Aqui estão algumas etapas para diagnosticar e tratar o comportamento:

  1. Visita ao Veterinário:
    • Exame Físico: O veterinário realizará um exame completo das patas do seu cachorro para identificar qualquer sinal de infecção, lesões, ou corpos estranhos.
    • Testes de Alergia: Testes podem ser feitos para identificar alergias alimentares ou ambientais.
    • Exames de Pele: Raspados de pele ou culturas podem ser usados para diagnosticar infecções bacterianas ou fúngicas.
  2. Mudanças na Dieta:
    • Dieta de Eliminação: Se alergias alimentares são suspeitas, o veterinário pode recomendar uma dieta de eliminação para identificar o ingrediente causador.
    • Alimentos Hipoalergênicos: Trocar para uma dieta hipoalergênica pode ajudar a reduzir reações alérgicas.
  3. Controle de Parasitas:
    • Tratamento de Pulgas e Carrapatos: Produtos antiparasitários podem ajudar a eliminar infestações.
    • Banhos Regulares: Banhos com shampoos medicinais podem ajudar a remover parasitas e aliviar a coceira.
  4. Medicamentos:
    • Antibióticos: Prescritos para tratar infecções bacterianas.
    • Antifúngicos: Usados para infecções fúngicas.
    • Antihistamínicos ou Corticosteroides: Podem ser recomendados para reduzir a inflamação e coceira causada por alergias.
  5. Gerenciamento de Ansiedade:
    • Exercício e Enriquecimento Mental: Aumentar a atividade física e fornecer brinquedos interativos pode ajudar a reduzir o tédio e a ansiedade.
    • Suplementos Calmantes: Alguns suplementos naturais podem ajudar a aliviar a ansiedade.
  6. Proteção das Patas:
    • Botinhas para Cachorros: Podem proteger as patas de substâncias irritantes e detritos.
    • Creme Hidratante: Produtos específicos para cães podem ajudar a manter a pele hidratada e reduzir a irritação.

Prevenção

Para prevenir futuros episódios de lamber excessivo das patas, considere as seguintes estratégias:

  1. Rotina de Higiene: Lave e inspecione regularmente as patas do seu cachorro, especialmente após caminhadas em áreas onde ele pode ter entrado em contato com irritantes.
  2. Controle Ambiental: Minimize a exposição a alérgenos conhecidos, mantenha a casa limpa e use produtos de limpeza seguros para animais de estimação.
  3. Alimentação Adequada: Mantenha uma dieta balanceada e adequada para evitar deficiências nutricionais e alergias alimentares.
  4. Controle de Parasitas: Use produtos de prevenção contra pulgas, carrapatos e outros parasitas regularmente.

Se você perceber que seu cachorro continua a lamber as patas, mesmo após tentar essas soluções, é crucial buscar orientação veterinária. O comportamento persistente pode indicar um problema subjacente mais sério que necessita de tratamento profissional.

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

MENU